ATENDIMENTO (49) 3441 2801
Já possui uma conta? Entrar | Cadastre-se

Faça login

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro. É rápido, fácil e garante acesso a diferentes serviços.

Cadastre-se

Caso você ainda não possua uma conta, faça o seu cadastro.

 

Divulgação.
Cidade dos EUA que perdeu time inteiro em acidente apoia Chapecó
Em 1970, o choque de um avião contra uma montanha matou 75 pessoas, sendo 37 membros da equipe de futebol americano
Publicado 03/12/2016
 

Por Jocimar Soares

A cidade de Huntington, na Virgínia Ocidental, conhece muito bem o drama vivido por Chapecó (SC).

Em 1970, o choque de um avião contra uma montanha matou 75 pessoas, sendo 37 membros da equipe de futebol americano da Marshall University e nove membros da comissão técnica. Todos voltavam de uma partida da liga universitária na Carolina do Norte.

O acidente, contado no filme de Hollywood We Are Marshall e no documentário Marshall University: Ashes to Glory, é considerado a maior tragédia da história do esporte dos Estados Unidos.

Assim como a Chapecoense, o Thundering Herd, como é conhecido o time de Marshall, também usa as cores verde e branca.

Em ato de empatia, a prefeitura de Huntington não deixou o fato passar em branco. Colocou na sede do governo municipal um grande painel, escrito em português, onde os moradores podem deixar suas mensagens ao povo de Chapecó. O painel, depois, será trazido ao Brasil.

Nele, aparece escrito: “No dia 14 de dezembro de 1970, a cidade de Huntington, localizada no estado norte-americano da Virgínia Ocidental, e a Universidade Marshall perderam 75 membros da comunidade num trágico acidente aéreo. Aos nossos amigos de Chapecó, saibam que estamos unidos a vocês em espírito. Entendemos como uma comunidade resiliente encontra consolo quando se une num momento de tragédia”

(Fonte: Estadão Conteúdo)

COMENTE